Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, RJ Barra Square Shopping Center, Avenida das Américas 3.555, Bloco 1, Sala 301

Conheça os 5 programas de desenvolvimento de jogos mais usados

Está planejando criar seu próprio game? Conheça neste artigo os 5 programas de desenvolvimento de jogos mais usados e escolha!

Desenvolver seu próprio game pode ser um desafio e tanto, porém, algumas game engines podem te ajudar e facilitar o caminho. O primeiro passo necessário para iniciar o projeto é ter uma boa idéia, a partir dela que tudo será definido.

O mercado de desenvolvimento de jogos está cada vez mais aberto para amadores. As grandes empresas continuam produzindo novidades e atualizações dos seus sucessos, mas com uma concorrência crescente de quem se empenha e decide tirar do papel seu projeto.

Para colocar a mão na massa é importante começar a entender quais os programas de desenvolvimento de jogos serão usados. Cada game engine conta com suas próprias particularidades, funções e necessidades de conhecimento. Não se preocupe, existe uma para cada tipo de pessoa!

Conheça os 5 programas de desenvolvimento de jogos mais usados

RPG Maker

Esse motor de jogos teve seu lançamento em 1997 e conta com uma série de sub engines.

Usado para desenvolver projetos de RPG, esse software em sua versão mais recente usa JavaScript. Essa engine é capaz de exportar os jogos criados para Windows, Mac OS X, iOS, HTML 5 e Android.

Apesar da RPG Maker ser limitada apenas para um segmento, uma de suas vantagens é ter itens de cenário, mapas e personagens já pré configurados, agilizando o processo.

Scratch

Com o público alvo mais jovem do que as outras games engines, a Scratch é perfeita para crianças e adolescentes de 8 a 16 anos. O software permite criar além de jogos, animações com imagens, blocos e sons.

Com as crianças cada vez mais interessadas em jogos online, é interessante que comece desde cedo aprendendo a lidar com a linguagem de programação e escrever em códigos. O Scratch é uma ótima forma de incentivar o interesse.

Se engana quem pensa que só crianças fazem o uso deste programa, adultos que buscam ingressar na área de desenvolvimento de jogos podem começar por aqui.

Unity

Motor de jogos que permite desenvolvimento também em 3D, a Unity faz uso dos códigos em JavaScript, C# e Boo. Com sua fácil portabilidade para todos os formatos, essa game engine ganhou muito espaço no mercado em pouco tempo.

Com sua loja própria dentro do jogo, a Asset Store, esse motor de jogo pode ser programado por códigos, contando também com plugins que ajudam no desenvolvimento e poupam tempo.

A comunidade da Unity é bem ativa na internet e justamente por este motivo é fácil encontrar tutoriais e dicas para aprender a utilizar a game engine.

GameMaker

Conta com um sistema intuitivo de arrastar e soltar. A Game Maker conta com uma interface simples para você aplicar sons, texturas, ícones e tantas outras opções.

Com esta game engine você pode desenvolver seu projeto de game mesmo sem saber escrever em linguagem de programação. Para os entendidos de programação também é interessante, pois fica mais simples alterar as formas e interações entre personagens do jogo.

Com a Game Maker você pode desenvolver seu jogo e exportar para diversos formatos e plataformas. O software adapta de forma simples e rápida.

Unreal Engine

Por último mas não menos importante, essa game engine é totalmente programada usando a linguagem de programação C++. A Unreal Engine facilita a mudança no jogo. Clicando no objeto ou personagem, o programador consegue ter acesso a parte do código referente.

Para edição de imagem e efeitos especiais, o software conta com um editor de imagem com muitos recursos e opções.

Gostou de conhecer os 5 programas de desenvolvimento de jogos mais usados? Compartilhe o artigo com seus amigos nas redes sociais!

 

curso criação de jogos

Comentários com Facebook
Ligue-me de volta!

Podemos te enviar nosso material digitalizado?


Sim
Não

Preencha o formulário


Aulas grátis de Programação e Photoshop! Deseja participar?


Sim
Não

Preencha o formulário