A Step Computer Academy é a maior instituição internacional especializada no ensino de Tecnologia da Informação desde 1999 em 20 países pelo mundo. Curso de programação, curso de design, curso java, curso de games, cursos para crianças e mais. Os alunos da Step recebem certificados internacionais inclusos nas nossas formações.

Seu navegador está desatualizado!

Você está usando um navegador Internet Explorer desatualizado. Esta versão do navegador não suporta algumas tecnologias modernas, motivo pelo qual muitas páginas de site são exibidas incorretamente, e nem todas as funções podem funcionar. Recomendado navegar no site usando as versões atuais do navegadores: Google Chrome, Safari, Mozilla Firefox, Opera, Microsoft Edge.

Aplicativo 99: a primeira startup nacional avaliada em US$ 1 bilhão

O aplicativo 99 ganhou visibilidade no mundo dos negócios nos últimos meses por ser avaliado em mais de U$ 1 bilhão. Conheça mais sobre a história dessa startup brasileira fundada por três aficionados por tecnologia trabalhando em casa.

 

Todo mundo já se perguntou o que faria se ganhasse R$ 1 milhão. Já os fundadores do aplicativo brasileiro de transporte 99 (antigo 99Taxis) receberam a notícia em janeiro deste ano de que seu empreendimento fora avaliado em mais de um bilhão de dólares.

De acordo com o portal IstoÉ Dinheiro, a startup concorrente direta do Uber no País foi vendida para Didi Chuxing, chinesa do mesmo ramo, que já tinha participação nas ações do 99. O aplicativo fundado em 2012 por três “nerds” brasileiros teve seu ápice quando lançou o serviço Pop, que se assemelha à concorrente multinacional norte-americana.

 

Como surgiu o 99
 

A bilionária startup brasileira surgiu quando o ex-estudante de Mecatrônica da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo Ariel Lambrecht usou um aplicativo de táxis em viagem à Europa e imediatamente teve a ideia de criar algo parecido no Brasil.

Lambrecht convidou seus colegas de curso Renato Freitas e, em seguida, Paulo Vera para desenvolver o aplicativo no País. Em junho de 2012, o trio lançava no mercado o 99 Taxis, que teve um investimento inicial de R$ 50 mil.

Atualmente, o aplicativo oferece quatro categorias de serviços: 99Pop, que são as “caronas pagas”, como o Uber; 99Táxi, semelhante aos táxis comuns, com um valor mais baixo; 99Top, carros de alto padrão, como os carros executivos; e serviços de táxis comuns.

 

Por que o 99 deu certo
 

A fórmula do sucesso do 99 baseia-se em três pilares:
 

1 Conhecimento técnico

Os três ex-estudantes de Mecatrônica detinham o conhecimento técnico necessário para desenvolver o produto que idealizaram. O curso conhecido como “o futuro das engenharias”, além do gosto pessoal por tecnologia e áreas da computação, deu base para que os idealizadores não precisassem terceirizar o trabalho, garantindo o sucesso do empreendimento.

Hoje em dia, ter o mínimo de conhecimento das ferramentas de Tecnologia da Informação (TI), como programação e desenvolvimento, faz muita diferença no mundo corporativo. Afinal, independentemente do segmento do investimento, ele precisará utilizar a tecnologia avançada para se manter ativo, seja como suporte ou vantagem competitiva.
 

2 Trabalho e persistência

O aplicativo 99 não cresceu exponencialmente da noite para o dia. Além disso, o trio de investidores soube unir seus potenciais individuais e trabalhar em equipe. Lambrecht tinha a visão de produto, Freitas lidava com os assuntos relacionados à tecnologia e Veras era um empreendedor experiente, com algumas startups lançadas no mercado.
 

3 Estratégia e inovação

As estratégias dos empreendedores uniram criatividade, demanda e visão de mercado. Inicialmente, por falta de capital, focaram em divulgar o aplicativo apenas na metrópole São Paulo. Além disso, pensaram em desenvolver um aplicativo vantajoso para o taxista, seu cliente e principal parceiro no início.

A possibilidade de trabalhar de forma remota, sem custos altos para manter a empresa, também foi um grande diferencial. Assim, o retorno do investimento chegaria mais rapidamente, sem afetar a qualidade do produto e possibilitando a expansão para outros estados do País.

Os programadores do aplicativo, por exemplo, podiam trabalhar em qualquer lugar que estivessem, bastando apenas um computador, conhecimento técnico e dedicação ao objetivo em comum.

O sucesso do 99 baseia-se em inovação e visão de mercado, de modo que os recursos da tecnologia são até hoje os grandes aliados do empreendimento. Qual o seu ponto de vista? Deixe nos comentários abaixo.

Solicite uma ligação!

Este site usa Cookies

Política de privacidade e informações legais